A exposição ‘O lugar costuma ser o centro’, é a primeira individual de Claudia Hamerski em São Paulo e o foco do projeto é refletir sobre a ideia que temos de lugar. Claudia Hamerski apresenta novos desdobramentos e abordagens em seu corpo de obra, agora mais colorido e ligado a uma ideia de origem e identidade.

 

Com organização e curadoria de Mario Gioia, o projeto Perímetros visa aproximar artistas emergentes de produção consistentes fora do eixo Rio-São Paulo ao circuito paulistano através de exposições individuais. A seleção de artistas busca variedade de linguagens, origens e abordagens, porém sempre dando prioridade ao ineditismo e verticalidade do que é exposto.

Saiba mais em https://adelina.org.br/